Retrovisor

Por: Bianca Latini

rear-view-mirror-835085

Retrovisor

Como é bom dar nó em pingo d’água
Achar saída onde não tem entrada
Fumar cachimbo de nostalgia
Ouvir vitrola antiquada
Gosto de viajar no tempo e depois
retornar para cá, com alguns insights
Acho um privilégio revisitar outrora com
a cabeça de agora
É tanta clarividência
Tanta enxergação
Tanta ficha que cai,
mesmo depois da hora!
Acho que sempre é tempo
de fazer remendo,
de entrar no compasso
ou desfazer esse passo,
que a gente se impôs
na cegueira, na imaturidade,
na incompreensão
Gosto de ver fotografia antiga
E olhar quem fui, quem ainda sou
O que ficou para trás…o que sobrou
Acho graça ver meus cortes de cabelo
Meus penteados, meu corpo ora mais magro, ora mais moreno e meu sorriso
sempre querendo ganhar largura
Gosto de folhear minhas fases, minhas épocas, meus itinerários
Fazer terreno baldio ser usucapido
por tanta saudade.


Imagem de Erin Alder por Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: