Leveza

Por: Juliana Latini

Leveza

Cargas alheias, decidi tirar dos meus ombros.

Vi que me apegava a elas para me distrair das minhas.
Olhei para dentro de mim e não consegui me enxergar claramente.
Decidi encarar-me e iniciei o trabalho de limpeza e organização de tudo que me fazia respeito.

O que eu buscava?
Na primeira autorreflexão, veio-me uma resposta: Busco a mim mesma.
No decorrer do processo, outra resposta saltou-me: leveza.

Olhar com leveza para tudo que precisava carregar nessa vida.
Aprendendo a eliminar o que já passou, a despressurizar a alma, a descarregar a mente, a desobstruir o coração.
Aprender a viver de forma leve… descansar, desfrutar, apaziguar..
Olhando para frente, para o alto e para dentro!

Sabe o que eu mais aprendi nessa faxina interior?
Que quando a gente entende o sentido, tudo fica mais leve, mais harmonioso.
A gratidão começa a brotar onde outrora estava árido, ríspido.
E o melhor: a grandeza da vida se manifesta na simplicidade.
Despertar para a natureza, para as suas belezas e para a sintonia dela é despertar para o que habita dentro de mim. Isso mesmo! Descobri um jardim em meu interior. Onde repousa a paz e as borboletas.
Agora, sabe o que eu faço quando estou em silêncio?
Passeio por esse jardim e o contemplo.
Cultivo-o com amor.
Respiro o seu frescor.
Alimento-me dos seus frutos.
Sacio a minha sede em sua fonte.
E observo…
a leveza.

Juliana Latini
28/01/2021


Créditos da imagem: Nappy

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: