Planta dos meus pés

Por: Juliana Latini

Planta dos meus pés

A planta dos meus pés precisa encontrar o chão.
Sentir a terra.
Enraizar-se.
Parar, aquietar, respirar até se perceber.
Desligar-se do mundo exterior por uns minutos.
Identificar em qual estação está,
Se no inverno com “galhos secos”,
Se na primavera, “com flores”,
Se no verão, “com frutos” ou
Se no outono, “desfolhando”.
Observar se necessito de água, sol, vitaminas e minerais.
Conectar com a essência, ainda que precise regar com lágrimas.
Mergulhar em mim.
Fluir em amor e aceitação até encontrar algo precioso: aquele reloginho que bate, às vezes, fora do compasso e me acelera.
Preciso reprogramá-lo até sincronizá-lo com o meu tempo interno.
Não ser uma “folha” conduzida pelo vento do mundo exterior, mas uma “planta’ com raiz firme e saudável.
Mesmo que venham tempestades, ter equilíbrio interior
e continuar plena quando tudo passar.
Até que eu sinta a harmonia de toda a sinfonia que sou.
Até que eu expresse e manifeste aquilo que cabe a mim fazer neste mundo.
Até que repouse em mim pássaros na busca de abrigo, alimento e paz.

Juliana Latini


Créditos da imagem: Pexels

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: