Por: Mauricio Luz

Laranja, ó laranja,
Quão saborosa és!
És tão doce, mas tua doçura
Está em ti ou está em mim?
És laranja porque és laranja,
Ou porque me disseram que és,
E eu acreditei?
És tu casca e sumo,
Cor e perfume,
Gomos e potências adormecidas?
Ou és tu o prazer que me invade
Quando teus sentidos abraçam os meus?
És um nome ou um ente?
Um ser ou um devir?
És o ponto de chegada ou algo que está por vir?
Tu és ou tu estás?
Talvez sejas tudo isto,
E somente és laranja
Porque estás em mim tanto
Quanto estou em ti.

Mauricio Luz


Créditos da imagem: Unsplash

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: