Arquivos

Poema 618

Por: Tadany Cargnin dos Santos Eles batiam, sem misericórdia e agressivamente, na porta do meu lar Eu com medo, me escondia em qualquer canto possível Mas não adiantava, porque eram meus sonhos inatingidos, querendo se exaltar Uma imagem que não cessou, enquanto eu não os tornei visível. PS: Para citar este Poema: Cargnin dos Santos, […]

Ler mais