Categoria Mona Vilardo

Facultas

Por: Mona Vilardo Hoje, bem mais perto dos 40 do que dos 30 anos, posso dizer que meu estado social é facultativo (como se fosse estado civil, entende?). Se tivesse que preencher algum documento que pedisse tal informação, eu colocaria isso. Totalmente o contrário de quando era bem jovem, época que procurava estar em todos […]

Ler mais

Na modinha

Por: Mona Vilardo Na modinha #sqn Algumas palavras de ordem, podemos dizer assim, estão na moda. Citarei algumas: Protagonismo, empoderamento, proatividade, engajamento. Desculpem os amigos mais chegados, não curto modinhas e bandeiras erguidas. Acho a banalidade em que a palavra gratidão se tornou algo assustador. Gratidão virou um cara me perseguindo com uma foice, praticamente. […]

Ler mais

Quando as Farmácias Fecharem

Por: Mona Vilardo. A palavra “apoteose” vem do grego, onde APO significa “alto”, e THEOS, “deus”. Representa a elevação de alguém ao estatuto de divindade. Diante do significado dessa palavra, posso dizer que o meu Carnaval de 2019 foi apoteótico. Essa palavra se encaixa perfeitamente no Carnaval do Rio de Janeiro. Na Apoteose do Samba, […]

Ler mais

Sonho perdido

Por: Mona Vilardo – Veja o sol dessa manhã tão cinza: Foi o que pensei no dia seguinte daquele dia triste. – Então me abraça forte: Foi o que disse um pai ao abraçar outro pai, na tarde daquele dia sem respostas. – Mas deixe as luzes acesas agora: Foi a fala da mãe que queria ver a foto do filho […]

Ler mais

BBB 2019

Por: Mona Vilardo Terça-feira à noite, ligo a televisão (momento raro numa casa que privilegia o silêncio) e vou guardar a bolsa.  O som que escuto na TV é do programa Big Brother Brasil, onde o apresentador com uma voz (muito) animada, dá boa noite aos heróis do Brasil. Fecho os olhos e crio na […]

Ler mais

Alerta off-line?

Por: Mona Vilardo  “Depois vem chorando desculpas, assim meio pedindo, querendo ganhar um bocado de mel. Assim nossa vida é um rio secando, as pedras cortando e eu vou perguntando: Até quando? São tantas coisinhas miúdas! Arrasando aos poucos o nosso ideal. Num jogo de culpa que faz tanto mal. O copo está cheio e […]

Ler mais

Desafio do café

Por: Mona Vilardo. Quando um ano começa temos em mente que muitos desafios virão! Mudar de emprego ou de casa, emagrecer, começar a academia na segunda feira, terminar aquele namoro que só te faz andar pra trás, ser uma pessoa melhor. Quem nunca se propôs algum desses desafios? Joga tudo isso fora. O maior desafio […]

Ler mais

Flutuantes inspirações

Por: Mona Vilardo  – Porque que quando colocamos os pés no chão a brincadeira acaba? – Mafalda após parar o balanço. Dia 2 de janeiro li a frase da Mafalda, essa personagem argentina cheia de voz. Passei a virada do ano em Salvador praticamente embalada com o refrão “Tira o pé do chão” de Ivete […]

Ler mais

Correio versus Noel.

Por: Mona Vilardo Final de ano é tempo de repensar valores, promessas, sonhos. Tentamos construir em nós uma confiança sempre maior no ano que vai começar! Confiança: normalmente pensamos nessa palavra quando falamos de traição amorosa entre homem e mulher, ou algo mais perto disso, como traição entre amigos. Mas hoje quero falar de confianças […]

Ler mais

Sejamos trapezistas

Por: Mona Vilardo Essa semana assisti um filme que não era bom. Tentei mais que a metade do filme, mas desisti. Ainda bem que já estou praticamente de férias, porque quando isso acontece quando estou cheia de coisa para fazer, a frustração é maior. Perder tempo assistindo filme ruim quando não se tem tempo a […]

Ler mais