Categoria Crônicas

Duna: construção do tempo

Por: Bianca Latini Duna: construção do tempo Agradeço por mais um ano que se foiE deixou registrado suas marcas em mimNão hei de classificar se foi bom ou ruimApenas foiSimples assim!Pinceladas do tempo, aprendizagens, desafios, alegrias, ensinamentosConstatações, amadurecimentos, bobagens que voaram com o ventoInúmeras ondas do mar que foram e vieramTrouxeram até a areia a […]

Ler mais

Carta- Reflexões de um ano que dá aceno em despedida e passo o bastão da esperança para outro que quer dar partida

Por: Bianca Latini Carta- Reflexões de um ano que dá aceno em despedida e passo o bastão da esperança para outro que quer dar partida Está terminando 2020.. Este ano teve confinamentoE máscara no rosto virou obrigatórioOs olhos ganharam destaqueEstar dentro e não fora tornou-se a bola da vezAssim, também, fez-se imperioso, lidar, ininterruptamente, com […]

Ler mais

Os melhores “piores”

Por: Bianca Latini Os melhores “piores” Eu agradeço por tudo que entra e sai do meu caminhoAgradeço pelo que permaneceAgradeço pelo que se esvai e pelo que não pereceAgradeço o coxo, o riso, o são, o adoecido, agradeço ao que ” deu errado” e o que se sustenta sadioAgradeço a farpa no dedo, o cisco […]

Ler mais

Amor e seus sabores excêntricos

Por: Priscila Menino Amor e seus sabores excêntricos Acho que posso me atrever a dizer que nosso amor é como aquelas improváveis combinações de comidas excêntricas, tipo misturar macarrão e feijão.Quem está de fora, acha nojento e improvável a mistura.Não assumem, mas tem um vontade enrustida de experimentar uma combinação ousada assim.Quem já experimentou e […]

Ler mais

Fogueiras contemporâneas

Por: Priscila Menino Fogueiras contemporâneas Alguns anos e anos atrás, certamente eu teria minha fogueira.Fogueira essa que criaram para me queimar por querer ser fiel a minha autenticidade.Costumo pensar que ser da galera das bruxinhas sempre foi mais divertido.Sempre pude dançar na chuva.Pude cantar a plenos pulmões aquela canção favorita.Pude saltar.Pude falar palavras de baixo […]

Ler mais

Geração X, Y, Z… até onde vai ser?

Por: Priscila Menino Geração X, Y, Z… até onde vai ser? Estava eu aqui refletindo sobre as gerações e as mudanças na sociedade. Eu faço parte de uma geração que, em uma grande maioria, teve pais que lutaram para buscar oportunidades de emprego e busca de condições melhores. As mulheres ainda estavam encontrando seu espaço […]

Ler mais

Meu sonho de voar

Por: Priscila Menino Meu sonho de voar Sempre tive uma atração pelo céu, seja em contemplar a beleza das nuvens e o contraste com a imensidão azul, ou seja, em ficar horas e horas olhando pela janela do avião e observando a paisagem ficando tão pequena, ao ponto de parecer uma maquete que fazíamos na […]

Ler mais

Minha filha, meu cais, meu leme.

Por: Priscila Menino Minha filha, meu cais, meu leme. Se eu pudesse, eu te colocaria em um potinho e te manteria sempre perto de mim.Se fosse possível, eu te protegeria de todas as dores e viveria cada uma delas no seu lugar.Eu evitaria a todo custo a fase que podem ter embates duros entre nós […]

Ler mais

Pontos de vista

Por: Priscila Menino Pontos de vista E eu passava todos os dias pelo mesmo local, quase nos mesmos horários, como um ritual em um looping diário.Certo dia, após um retiro quase sabático de uma pandemia que a obrigou a permanecer em casa, retomou o caminho.Surpresa! Notou as árvores que dançavam no ritmo imposto pelo vento, […]

Ler mais

Gratidão, gratitude, gratiluz

Por: Priscila Menino Gratidão, gratitude, gratiluz É engraçado como a gente aprende a se incomodar e banalizar conceitos que a gente nem mesmo sabe direito o significado real.O mundo vive em um processo de transformação evidente. Seja pela pandemia, seja pelo interesse mais constante das pessoas em assuntos mais holísticos, é fato irrefutável que as […]

Ler mais