Categoria Crônicas

Flutuantes inspirações

Por: Mona Vilardo  – Porque que quando colocamos os pés no chão a brincadeira acaba? – Mafalda após parar o balanço. Dia 2 de janeiro li a frase da Mafalda, essa personagem argentina cheia de voz. Passei a virada do ano em Salvador praticamente embalada com o refrão “Tira o pé do chão” de Ivete […]

Ler mais

Correio versus Noel.

Por: Mona Vilardo Final de ano é tempo de repensar valores, promessas, sonhos. Tentamos construir em nós uma confiança sempre maior no ano que vai começar! Confiança: normalmente pensamos nessa palavra quando falamos de traição amorosa entre homem e mulher, ou algo mais perto disso, como traição entre amigos. Mas hoje quero falar de confianças […]

Ler mais

Sejamos trapezistas

Por: Mona Vilardo Essa semana assisti um filme que não era bom. Tentei mais que a metade do filme, mas desisti. Ainda bem que já estou praticamente de férias, porque quando isso acontece quando estou cheia de coisa para fazer, a frustração é maior. Perder tempo assistindo filme ruim quando não se tem tempo a […]

Ler mais

Casa Velha

Por: Diogo Verri Garcia Casa Velha (prosa rimada) A casa era velha, tão velha quanto suas emoções. Pouco havia dentro, apenas retratos, panelas, lembranças, devoções. Também velha era sua moradora, que não sabia mais quando iria partir. As tarefas diárias já se tornaram batalhas vindouras, Que sempre especulava se iria realmente conseguir. Aquela senhora, de […]

Ler mais

Crônica – o que eu sei sobre o samba.

Por: Diogo Verri Garcia No último domingo, 02 de dezembro, comemorou-se o dia nacional do samba. Hoje, dia 05, o aniversário de meu pai. Alinhavando as duas datas, faço esta crônica em cumprimento à minha agenda semanal de textos, mas também em saudação ao natalício de meu genitor, neste ano, comemorado exatamente em uma quarta-feira, […]

Ler mais

A tragédia de John

Por: Tadany Cargnin dos Santos   John era um executivo em ascensão, ele morava em Nova Iorque e gostava de competir com tudo e com todos, pois acreditava piamente que aquela era a única maneira pela qual ele tinha sido bem-sucedido e, certamente, tal axioma continuaria guiando a sua carreira. Naquela manhã de novembro, onde […]

Ler mais

Arranhos

Por: Mona Vilardo Quando o ano começa a se despedir, começam também os encontros de amigos e os encerramentos de cursos. Essa semana tive o meu primeiro almoço de encerramento. Foi com as amigas do curso de História da Arte. Elas me chamam de mascote do grupo, já que a maioria delas é de jovens senhoras acima […]

Ler mais

A última que desaba

Por: Mona Vilardo Em 10 de novembro de 2018, às 17h28, um pai não vai mais voltar para casa levando o pão do lanche da tarde. Simultaneamente, a avó que costumava se preparar para rezar o terço, não irá rezá-lo quando o relógio bater às 18h. Um pouco mais tarde, às 19h35, com o dia […]

Ler mais

Yes, nós temos banana.

Por: Mona Vilardo Não é de hoje que se estuda a importância da música para formação do ser humano, de um bom ouvido musical até a formação de caráter, escutar boa música afeta diretamente a formação de uma sociedade. Na Grécia, a música era usada para a construção de um povo mais ético e organizado. […]

Ler mais

Morte com Prosecco

Por: Mona Vilardo Essa semana dentro do meu fantástico mundo, me peguei propondo um jogo pra mim. Aqueles momentos eu comigo mesma, sabe? E se me restasse apenas um dia de vida, o que eu faria? (Que jogo, hein, dona Mona?) Bem…jogo é jogo. Bora começar. Se isso acontecesse, o que menos eu iria me […]

Ler mais