Categoria Raquel Alves Tobias

Por: Raquel Alves Tobias Você foi pra mim tudo o que nunca foramVocê fez por mim tudo o que nunca fizeramDa minha mente não se esvaiNenhuma sílaba, nenhuma vírgulaNenhuma molécula do perfumeDa sua respiraçãoEmpático vapor condensadoNum único abraçoPor favor, aperta-me mais um pouco.Será que em algum momentoEnvergonharei-me menos? Vejo todos os seus olhos passearemE em […]

Ler mais

Des-EAT-se

Por: Raquel Alves Tobias Des-EAT-se Apesar da sedeApesar da fomeApesar da angústiaDe quem se come Apesar do freioApesar do medoApesar do cheioParido do ontem Não se pode numerarIncontáveis toneladasQue definem o apesar Pois no dedo ficaráO desejo que na pontaGostaria de pesar Apesar delesApesar de tudoPrecisamos ser nósQue desatam Desate-se.Des-EAT-se.

Ler mais

O parto da náusea

Por: Raquel Alves Tobias O parto da náusea A náusea gosta de passear Vive por aí a disfarçar Olha pra uns com fome Pra outros, finge que come Mas o fato é que está cheia Em gravidez de lua cheia Tentando digerir a estase De comidas de outras fases De tanto engolir desgosto Entala no […]

Ler mais

Espelho

Por: Raquel Alves Tobias Espelho Os olhos dizem muito, dizem tudo. Os tímidos têm vergonha Por medo do que é bom. Os do medo se bloqueiam Porque querem se jogar. Os calados guardam a dúvida Da resposta que já têm. Os distantes já andaram E não querem mais voltar. Os que gritam por socorro Não […]

Ler mais

Alerta de ilusão

Por: Raquel Alves Tobias Eu não me perco nos detalhes Entendo cada minúcia deles Falo por mim e talvez por milhares Porque pessoas tem similaridades Entendo a inveja, porque já a vi em mim Entendo a raiva, porque já explodi Entendo o desejo, porque o anseio. E o gozo é sempre bom. Como pesa o […]

Ler mais

Bicho espinhoso

Por: Raquel Alves Tobias Primeiro a voz quis falar. Mas aí os dentes se cerraram com uma forte mordida. E então nasceu um bicho, que ficou preso ali, zanzando dentro da cavidade, nervoso e inquieto, se batendo de um lado pra outro até inchar as bochechas. Gritou pra ver se alguém o ouvia, mas a […]

Ler mais

Início, meio e fim (Raquel Alves Tobias)

Por: Raquel Alves Tobias Início, meio e fim Um dia nasceu uma rosa, bela e iluminada. Viveu num planeta árido onde tudo era escasso. Lidou com pragas, chorou por cortes. Passou por secas e por enchentes. Por vezes ficou à sombra do que cresceu ao seu lado. E assim, sem luz, já não produzia a […]

Ler mais