Categoria Raquel Alves Tobias

Por: Raquel Alves Tobias Você chega e estou de cantoMeu olhar perdido em prantoNão consegue esperar Eu só quero arroz branco!Quero paz, um acalantoJá cansei de procurar Tenho sono, tenho pressaNo mundo nada mais restaSó vazio a se espalhar Não mamãe, não se abaleÉ tudo imaturidadeSó você pode ajudar Vem, me pega, me elevaVocê é […]

Ler mais

Por: Raquel Alves Tobias Guardada a última hora das vinte e quatro passadas. Aquela que emana a soma de todas as forças reservadas antes que o limite irreal sabote o potencial.Limitações imaginárias.Sempre a mesma conversa de pontuar o inacabado.Procrastinando seguiu andando.Todo amarrado.Seguiu suspeito, puxando cordaFoi ser sujeito da própria históriaPulou de ponta para um mergulhoQuis […]

Ler mais

Por: Raquel Alves Tobias Muita gente parecidaMuito ódio de si mesmoQue muda de endereço É hora de parar e ouvir a respiraçãoSer o próprio ar e oxigenaçãoSem ruminar a comida do almoçoSoltar o nó que aperta o músculo no dorsoVarrer toda a terra caída pelo chão Depois de um dia cheioOlhar-se no espelho perdoando os […]

Ler mais

Por: Raquel Alves Tobias Muita gente parecidaMuito ódio de si mesmoQue muda de endereçoCom rímel ou cavanhaqueEsperei uma vidaPara que as coisas mudassemMuda de casa, muda o cabelomuda de cidademuda o corpo inteiroe espera…O sol entra pela janelada mesma formaO vento dança com as palmeirase a criança choraenquanto os olhos ardemDedos próprios se entrelaçam,se abraçam,Tudo […]

Ler mais

Por: Raquel Alves Tobias Ela estava doente.Respirava rapidamente entre gemidos fracos.Seria apenas um retorno, não para hoje, para amanhã.Mas a mãe achou que não aguentaria até lá, então antecipou a reavaliação.Os familiares aguardavam pacientemente.Em meio a sorrisos, falavam de outros assuntos, felinos também.Dentro da caixa, Nina seguia ofegante, enquanto ronronava palavras pausadas.Sua mãe pegou-a no […]

Ler mais

Por: Raquel Alves Tobias Certas coisas levam tempoSentimentos só querem serA grama convida deitarO céu a se perder Preciso de espaço para verAs forças tem o que recebemSe nada têm, sempre cedemA quem as queira preencher Não é confortável, nem um poucoHá pêlos na laringe,Pressão nos antebraços,Isquemia pelo corpo Contração defensivaCegueira reflexivaE tudo que ela […]

Ler mais

Turbulência

Por: Raquel Alves Tobias Turbulência Chega!Não procure.Chega!Apenas dure.Aperte e pulse.Quando a máscara cair,ao primeiro sinal de rarefação,puxe-a para liberar o fluxo.Então, respire.Fundo.Primeiro você.Depois o mundo. Raquel Alves Tobias Créditos da imagem: Pixabay

Ler mais

Por: Raquel Alves Tobias Um ruído silencioso envolve a sala. O controle espera sobre a mesa pela mão que irá mudar de canal.As histórias de hoje do velho BUK lembram as feiras da semana, uma repetição cíclica desinteressante. O sol brilha na almofada da poltrona em forma de ondas, desenhando a cobertura metálica da garagem. […]

Ler mais

Goteira

Por: Raquel Alves Tobias Goteira Pára e escutaA gota e o somMembrana que rompeA gota e o somRespinga, se espalhaA gota e o somAtinge e escorreA gota e o somRespira e acalmaA gota e o somO vento que tocaA gota e o somO frio na carneA gota e o somO toque na almaA gota e […]

Ler mais

Por: Raquel Alves Tobias Hoje não quero rima.Tenho olhos pesados demais para enxergar.A soma de ontem com anteontem cria novas rugas no rosto. Cílios improvisados seguem colados no espelho do banheiro.Piscares lentos anseiam pelo colapso ininterrupto nas próximas oito horas.Tolice! O relógio sempre despertaas duas horas, dando voltas e voltas em décimos repetitivos.Quer ser visto, […]

Ler mais