Meu sonho de voar

Por: Priscila Menino

Meu sonho de voar

Sempre tive uma atração pelo céu, seja em contemplar a beleza das nuvens e o contraste com a imensidão azul, ou seja, em ficar horas e horas olhando pela janela do avião e observando a paisagem ficando tão pequena, ao ponto de parecer uma maquete que fazíamos na fase escolar.
Certa vez, em um súbito impulso de coragem, resolvi saltar de pára-quedas. Obviamente não avisei para meus pais, dirigi até o local do salto, coloquei aquela parafernália toda que nos garante as mínimas condições de segurança, mandei mensagem para meus familiares com pequenas orientações sobre a criação da minha filha e entrei no avião para me dirigir ao local do esperado salto.
Enquanto eu via que a distância percorrida ia aumentando e as coisas lá embaixo ficando pequenininhas, o medo surgiu na mesma proporção e pensei: “o que diabos estou fazendo aqui, tenho uma filha pra criar”, paralisei.
Pessoa após pessoa ia saltando daquela porta aberta, a qual somente se sentia o vento e não se enxergava nada, até que chegou minha vez.
Saltei, meio torta por tentar ainda buscar um piso que sustentasse meus pés, o que foi em vão e somente me trouxe ainda mais desespero.
Certamente se eu tivesse a opção de voltar dali, eu o teria feito.
Mas quando abri os olhos e a explosão de adrenalina parecia ter estabilizado, contemplei aquela cena tão linda, aquela sensação de liberdade que marcava de forma tão leve aquele momento.
Ali no ar eu vaguei meus pensamentos e me deixei levar naquela onda de paz que me atingiu em cheio.
Penso então em quantas vezes congelei por medo e não arrisquei saltar de cabeça em um sonho.
Que esse dia sirva de lição para mim, me lembrando sempre daquela estranha e vigorosa sensação da liberdade de não ter amarras, de me permitir desprender meus pés das certezas do chão, de me despentear e perder o receio do inesperado.
Se eu soubesse que ia ser tão bom, não teria esperado tantos anos para esse dia, eu teria (literalmente) me jogado antes.


Crédito da imagem: acervo pessoal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: