Eu quero Gargalhar!

Por: Bianca Latini

4986362f21a822f145dad98872629f22

Eu quero Gargalhar!

Eles tentam abortar os meus planos e fazer-me enterrar o natimorto: meus sonhos
Mas eu recuso-me a fazê-lo!
Eles tentam me mostrar que sou tola, mirabolante, devaneante e insana
E não querem me permitir dançar meu balanço disruptivo e delirante
Eu não sei o que é delírio para vocês
Para mim, é tudo muito real, muito possível e totalmente dentro de cogitação
Eles tentam colocar em minha boca suas vozes e usar-me como ventríloquo
Mas eu sou atriz principal
Não sou fantoche, marionete, dublê ou background
Eu não ensaio
Prefiro ir direto ao palco, em arte livre e improvisada
Fica mais fácil dar risada que começa no dedão do pé e sai pela boca, pelas orelhas, pelas mãos e ecoa na plateia, de maneira não forçada
Eles tentam ser manobristas, guias turísticos, diretores de cena, maestros, cabeças de fila em brigada de incêndio, seguindo o plano de fuga
Mas quem disse que eu quero fugir?!
Eu quero fazer fogueira e aquecer essa vida fria e rotineira,
lotada de regras, dissabores,
conformismos, acomodações
Eu quero cobrir de brasa esse chão e deixar vestígios
Quero sair do esconderijo
Quero gritar aos quatro ventos
Ser ciclone de emoções
Fazendo chover o que precisa ir
Acolhendo o que intenta ficar
Sendo anfitriã para o que deseja chegar
Prazer, meu nome é audácia!
Minha profissão felicidade
Minha idade é a presença na qual escolho viver e prosperar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: