A criança em mim

Por: Bianca Latini

14571934_f1024

A criança em mim

Não é sobre ser infantil
É sobre não deixar de ser criança
É sobre escrever as linhas que o coração dita
Cantar, marota, aquela canção
que não sai da cabeça e faz os pés sorrirem de tanta inquietação
É sobre não ter juízo, nem reprimenda, muito menos amolação
Fazer piada de tudo
Jogar bola de gude na pista da rota da vida
Soltar pipa, voar a criatividade, tecer a imaginação
É sobre não perder a essência do gosto da coisa…coisa doce e brilhante, feito maçã do amor
É sobre banhar-se de chuva de risadas que despenca sobre o vestido rodado, faz gargalhar e depois encarar a rouquidão
É sobre ter asas e super poderes, mesmo depois de saber que os heróis ficaram congelados nos quadrinhos
É sobre viver as possibilidades do ser que não se esgota de maneira estanque
Viver cada dia de um jeito: um dia sendo professora, no outro cozinheira de bolos, no outro médica de peixes ou quem sabe astronauta ou perfurador de sonhos…
É sobre não ouvir o que os outros pensam
porque a tua alma fala tão alto contigo,
que não é possível escutar nada mais
É sobre brincar até dizer chega,
até as pestanas começarem a querer fechar, tipo cortina pesada
E ir deitar exausto, de pés já limpos e cabelo molhado
Talvez com alguns arranhões e algumas cicatrizes
Mas feliz por ter vivido o dia como se só existe ele.

Por Bianca Latini

1 Comments on “A criança em mim”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: