Por: Victor Cabral

Faz semanas que eu não te vejo
Que não sento um pouco, paro e te escrevo
Te juro, não é falta de vontade nem desejo
Só precisava de um tempo pra não te ver a cada mirada no espelho

Como um corte que coça ao se fechar
Deixa a cicatriz como lembrança
Mas a lâmina ainda dentro do peito
E o coração dançando colado na ponta da lança

Não há sossego que dure nem tempo que cure
Essa vontade de ter você
A aceitação traz entendimento

Não já motivo que mude
Nem vela ou reza que ajude
Já não carrego nenhum arrependimento

1 Comments on “”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: