Por: Victor Cabral

Tu nem sabes o que sinto de ti
São tantos presentes que, passado, perdi
Pensando o motivo por qual não te segui
Fiquei perdido pelo caminho

Acho que te fiz mal em não me decidir
Aguardei que a vida fizesse por mim
Se ontem soubesse que hoje é assim
Seria mais homem, menos menino

Não vejo sentido em tentar redimir
As ações de um eu que não vive aqui
Espero que faça sentido

A culpa é motivo pra não desistir
Haverá ser em vão tudo que vivi?
Que meu erro não seja sempre repetido


Créditos da imagem: o próprio autor (arquivo pessoal)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: