Para de olhar pro lado!

Por: Bianca Latini

Para de olhar pro lado!

De onde vem esse medo de cair
De me emburacar?
Expor a ferida
De me machucar?
Esse medo de ficar contente e depois me frustrar
Que me faz ficar infeliz por antecipação
Sofrendo por um possível revés, um baita senão
De onde vem esse medo de errar, fracassar e não ser boa o bastante?
Por que não vivo, simplesmente, agora, neste exato momento, neste breve instante?
O que há por vir, o que será….
Isso é puro hipotetismo, perda de tempo, blablabla
Por que me comparo tanto e acabo me diminuindo?
Quem foi que disse que a grama do vizinho é mais verde?
Às vezes ele só é mais livre, mais autêntico, mais topetudo, mais marqueteiro ou vive a vida em puro flerte
De onde vem esse comedimento em não ser muito grande, não querer aparecer, me destacar, em não parecer que o pavão quero enfeitar?
De onde vem essa síndrome de tentar caber, pertencer e me ver reconhecida?
Deveria ligar o “foda-se”, fazer o que der na telha, sem plateia, sem conselhos, sem espelho, sem aplausos, sem aprovação
Ser destemida!
De onde vem esse medo de ter medo?
De não ser corajosa o suficiente
De ficar atrás de muita gente
A vida não é sobre quem chega primeiro, Quem é o melhor
Não há competição e sim evolução
Essa jornada é individual
Sem muito confete, sem carnaval
Você com você mesmo
Seus projetos, suas verdades, seus aprimoramentos, seus entendimentos, o que faz sentido e o que é pura enganação
Suas potências, suas resiliências, suas etapas, suas trocas de faixas, suas viradas, suas sacadas…
Sua consciência e a forma como lida com tudo a sua volta
O objetivo não é ganhar e sim expandir
O outro não é concorrente e sim seu assistente
Entende isso e para de querer virar vidente
Vive o hoje, o agora, sem vergonha, sem reprimenda, sem medo de ser ousada e até “fracassada”
Faz piada de si mesmo, senta na mesma calçada, ri e chora
Depois comemora a vitória de ter vivido a verdade
Independente da maldade, da falsidade, do pensamento alheio
Vive sem receio
Vive teu meandro de peito aberto , de cara limpa
Sem colocar nenhum escafandro
Nada no teu mar
Enfrenta tuas correntezas
E, absolutamente, PARA!!!
de querer ter sempre certezas!

Bianca Latini


Créditos da imagem: Pinterest

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: