MULHER

Por: Bianca Latini

Mulher

Ser Mulher é ser beleza em seu nascedouro

Em tempos atuais, ficamos maravilhados com invenções ultrassônicas, tecnológicas, futuristas, quase roteiro de ficção científica
Mas quer achar invenção mais incrível do que um Ser com a potencialidade de gerar Gente?! Com um útero aqueduto para outro Ser Humano?!
Você pode não querer ser mãe e nunca gerar um filho, mas você é preparada para isso
A Natureza, milimetricamente, perfeitamente, sabiamente, proveu-te com esse poder

Ser Mulher é carregar, desde cedo, muitas cobranças, melindres, pudores…
Somos quase convocadas e escaladas para a Nobre Seleção das Santas, Puras, Perfeitas, Recatadas, Comportadas, Embonecadas, Minuciosamente Talhadas

Ser Mulher é muitas vezes querer andar na contramão da feminilidade para alcançar postos, lugares, espaços, ganhar vozes, fazer valer direitos, conquistar significantes respeitos
E depois bater no peito por aportar nossas desbravadoras caravelas nos destinatários cais

Ser Mulher é ser polivalente, trifásica, furtacor
É também ser sugada por isso!
Desde sempre escutamos que nós, mulheres, damos conta de tudo e que os homens são desajeitados, monofocais, unidirecionais; que não tem espectro multivertente
Sim!! Somos multiverso e constelação inteira!
Mas que possamos apenas SER!
Sem pressão, sem ditadura, sem obrigação

Ser Mulher é ter ciclo e incomodar-se, erroneamente, com ele desde menina
Em algumas culturas, sangrar é estar temporariamente impura
Ahhh….se soubéssemos ver beleza nas marcações da Natureza…
Pararíamos de querer esconder e nos livrar de nossas grandes riquezas…
Veneramos as estações: outono, inverno , primavera, verão
Mas somos incapazes de acolher nossas fases…
Ao invés de apreciarmos, observarmos e respeitarmos, ardemos em CULPAS…

Que possamos ser camaleoas, bruxas, alquimistas
Queimar nossas fogueiras
Transmutar nossos medos
Escrever nossos próprios enredos
Que possamos descobrir a Liberdade, em meio ao cerceamento físico, mental, emocional
Que consigamos nos nutrir e nos inspirar com a nossa própria criação e saibamos celebrar a natureza, tão mágica, que existe em nós
Que consigamos dar as mãos, umas às outras
E saibamos reverenciarmo-nos, admirarmo-nos e fazer auto-flerte
Que, juntas, sejamos elos de uma mesma corrente:
A Corrente do Amor, do Autorrespeito, do Autocuidado, dos Talentos Diversos, que, unidos, complementam-se

Que possamos SER, FLUIR, NOS PERMITIR, ULTRAPASSAR, EVOLUIR… com todo arcabouço de desafios, intempéries, martírios…
Acima de tudo, EXISTIR na essência MULHER

Somos potência, mesmo no Deserto!
Não longe, mas todas bem perto.

Por Bianca Latini
Em 08/03/21


Créditos da imagem: Pinterest

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: