Categoria Bianca Latini

Inspiração – Fênix

Por: Bianca Latini Inspiração – Fênix Eu transplanto a força da Fênix eEnxerto suas asas em meus ombros, mentalmenteFecho os olhos e inspiro sua sabedoria de vôo e e sua natureza de ressurreiçãoImbuída dessa magnitude,Tomada pelo ballet da dança que é voarAlço voo, que eu, na minha humanidade,ainda não consigo fazerTalvez por pensar demais ou […]

Ler mais

Labareda em mim

Por: Bianca Latini Labareda em mim A raiva parece ruimMas pode não serQuando me espremem, me oprimem, me encurralam, me sufocamEu sinto raiva, medo, destemperoEntão eu escrevoE são os melhores textosVem de dentro!Do útero, como o dito popular gosta de dizerExatamente do local onde vem, eu não sei…Mas quando sai, tenho convicção de que veio […]

Ler mais

Livremente paradoxal

Por: Bianca Latini Livremente paradoxal Quero enxergar de olhos fechadosQuero abraçar com os lábiosQuero dormir de olhos abertosFalar em silêncioCalar tagarelandoQuero saltar sem mover os pésAlcançar o alto sem levantar os braçosCheirar com a línguaOuvir com o olfatoTatear com os olhosSentir o gosto com a audiçãoQuero voar ainda que sinta estar com um enorme peso […]

Ler mais

Tirando as rodinhas

Por: Bianca Latini Tirando as rodinhas Eu não vou falar para você tirar as duas mãos de uma vez, pois sei que isso não é possível agoraPrimeiro, deixa de espremerDepois, de segurar com tanta forçaUm dia de cada vez…Passo a passo…Agora tira uma mão e depois a outraÉ sobre agir ou melhor: desagir em relação […]

Ler mais

Jejum

Por: Bianca Latini Jejum Queria propor um jejum coletivoMas não é de comidaEste é fácil demaisProponho um desafio mais robusto: Façamos jejum de ofensas, alfinetadas, puxadas de tapeteDe reclamações, lamúrias, injúrias e insatisfaçõesFaçamos jejum de autossabotagem, de ver o que é só miragem, de julgamento, deaprisionamentoDe pudor, de engavetamento do amor, de intolerância, implicância, de […]

Ler mais

Leva você!

Por: Bianca Latini Leva você! Para uma ocasião especial, esquece das roupas, dos sapatos, da maquiagem e do perfumeLeva você! Isso é o que mais importaLeva você de verdade!Não sua máscara, seu escudo, sua lança e capaceteVai com medo mesmo, com receio, com o peito aberto para tocar e ser tocadaFala sobre sinceridades, o que […]

Ler mais

Trajetória

Por: Bianca Latini Trajetória Olha pra trásNão desfaz do que passouRefaz todo caminhoReconta como chegou aqui hojeParece que foi fácilSoa como se não tivesse sido nadaPassa despercebidoMas se olhar atento, cena a cenaEntende toda trajetóriaEncontra grandiosidade no que pareceu rápido e pensou imperceptívelPede tempo à sua pressaAcolhe a presença, a percepção, a pura exaustão de […]

Ler mais

No meio do zumbido, fecha o ouvido!

Por: Bianca Latini No meio do zumbido, fecha o ouvido! Quando minha mente começa a girar muito veloz, feito piãoE querer um monte de coisas, feito metralhadoraSei que é hora de fazer pausa e não querer nadaApenas silenciar, feito pedra que apara o marSei que é hora de aquietar e retirar-me, com firmeza e delicadeza, […]

Ler mais

Respira

Por: Bianca Latini Respira Quando a barra apertar,RespiraQuando a brisa soprar,RespiraQuando o vento parar de bater,RespiraQuando o rio correr,RespiraQuando a fonte secar,RespiraQuando o coração comprimir,RespiraQuando o peito expandir,RespiraQuando o medo assolar,RespiraQuando a dúvida desaquietar,RespiraQuando a natureza inspirarRespiraQuando a alegria fizer moradia,RespiraQuando acordar,RespiraQuando dormir,RespiraE antes de partirRespira o último respiro aqui Bianca Latini Créditos da imagem: […]

Ler mais

A morte

Por: Bianca Latini A morte Tão temida…Tão proibida…Seu nome desperta calafriosSua ocorrência, desespero, sentimento de despenhadeiroO que se perdeu, o que não volta maisO desconhecido…O arrependimento daquele que ficou, pelo que não se fez, não se disse, não se doou, nãoacolheuParece uma ida para um lugar de não encontroComo se quem partiu virasse alma penada, […]

Ler mais