Nostalgia de Chegada

people-3111875

Por: Diogo Verri Garcia

Aguardo a chegada de um tempo
em que teremos contentamento.
Não haverá ódio, só argumento
E da maldade o solo estará isento.

Aguardo a chegada de um tempo
em que problemas gerarão diretrizes;
Nossos valores terão raízes;
Em que as pessoas existirão felizes.

Resistiremos à chegada da euforia
De frases mansas ou fortes, sem bom intento
Que entregaram a sorte de um povo ao vento
Pelas intenções que tem nelas, na verdade, havia.

Mas temo a chegada de esforços
Que nada mais exortam, face aos que os desconhecem
Onde o mal mais impensado remonta, “reacontece”,
Quando o povo hospitaleiro sorri e se esquece.

Ainda ouço um dia
Que o bem alheio seja nossas vocações;
Que nosso pensamento não se limite
a repetir de outrem os sons;
Que nosso povo saiba ir bem nas eleições.

Espero a luz de um dia
Que as palavras sejam o que nelas se assevera,
Que não se esqueça em só instante o que houvera,
E o oportunismo, finalmente, nunca mais sirva de guia.

Espero que este dia não se restrinja
A uma pura, irreal e forçada nostalgia
Daquilo que nunca sequer haveria
e tão pouco, até hoje, existiu.

(Diogo Verri Garcia. Rio, 15/10/2018)


Créditos da imagem: pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: