O que vai além das Colheitas

Por: Diogo Verri Garcia

fantasy-2750995

Saiba dar a mesma desimportância
Que outros e tantas circunstâncias
Na vida vão lhe dar.
Não dedique estoque para palavras alheias
Pois nem no plantar, nem nas colheitas,
Os calos que são teus, poderão suplantar.

Não percas a tua elegância,
Nem te ponhas em inconstância
Com as certezas que na alma tens,
se não são teus os pensamentos.
Saiba que flores não morrem de espinhos
Mas despetalarão sozinhas
Eis que ninguém lhes segura ao vento.

Afinal, tem gente que pilota a vida
Como parca aventura, mostra-se desinibida,
Que nunca nota gente amiga, que lhes tenta alertar.
É um fluxo tão assim desgovernado,
Que por pouco não termina errado,
Entre alguns prantos e um penar.

Por isso não se iluda
com as multidões das avenidas,
Que lhe sopram ideias, dizem-se sabidas.
Siga a vida como quem já quer onde chegar.

Se tuas metas deixarem-te desacompanhado,
Não se acanhe, adite o planejado.
Pois todos tem defeitos – só para avisar.
Nem tudo são acertos – só para aceitar.
Há sempre um outro jeito – só para quem tentar.

(Diogo Verri Garcia, 25/04/2019)


créditos da imagem: pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: