A deselegância do cretino

Por: Diogo Verri Garcia

tie-690084

Deselegantemente,
Escolhe seu melhor terno.
De desalinho notado,
panos mal costurados,
De corte nada moderno.

Com uma calça sem vinco,
De vividez sem afinco.
Não minto: a fivela surrada e o couro nada distinto
tomam conta do cinto.

Os punhos da camisa são menores que as mangas
de um terno de listras, com camisa xadrez
e desbotada gravata da cor de pitanga.
Carrega um lenço de branco amarelado,
Pente de osso quebrado.
Toma uma caneta guardada,
com falsa aparência de cara,
Que nem se achada eu quero.

Sai com um pisante vindo do sapateiro,
Contando com um devido cuidado
para reformá-lo inteiro.
Exagerando na graxa, para cobrir arranhões.
Mudado o solado ruim de borracha,
desgastado por muitos pisões.

Abre um sorriso tão franco,
Marcado por um enorme brilho,
Pois vai esperar por um filho
que tencionou visitar.
Era um palácio de salas, cheio de empecilhos,
Com gente imponente
que lhe manda aguardar.

Finalmente chegou um rapaz apressado,
Com traços já desgastados,
Quase tão velhos que o pai.
Este a tempos não via: que a vida não permitia,
Filho que sempre dizia,
Mal como sempre se sai.

Tantos que ao jovem apressavam,
A afugentá-lo da imprensa,
E dos credores de contas
de exigibilidade já não mais suspensa.
Dos prejudicados que exigiam
nem que uma mentira, uma qualquer explicação.

Repetiu-lhe o velho
Que deselegante é viver na mesmice.
agir com tolices,
Buscar a forma errada,
Entrega-se ao preguiçoso atrevimento,
Criar tormentos,
Ferir os outros por nada.

Mas era impassível o filho,
sem demonstrar vergonha,
palidez ou desatino,
Pois era folgado o cretino.
Em meio a dúzias de fotos
e a gritos de populares,
Vídeos de celulares de gente sem compaixão.
Trajava o filho um terno de pano caro e corte fino,
Cortado às custas de muitos destinos,
Que só lamentava
Por não ter nada mais caro nas mãos.

(Diogo Verri Garcia, Rio, 30 de maio de 2019).


Crédito da imagem: pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: