O pertinaz caminho

Por: Diogo Verri Garcia

seascape-2444029

(O pertinaz caminho)

O caminho que não tem passos,
Onde é formidável o caminho.
Dos pés gelados, caudalosos, se fosse tentado o caminhar.
É caminho em que tem vento e que tem pássaros
Que levantam voo ao nos aproximarmos a passar.

O caminho que tem folhas e não tem terra,
Que balança quem passa, mas se balança sozinho o caminho.
É caminho que, furioso, nos amedronta as pernas.
Mas, amiudado, tão mais ao seu jeito zela,
Sem nunca padecer em desalinho.

É Caminho bom para quem passa,
e para quem olha.
E até para quem faz graça, relutante,
Por medo de se ver passar.

É caminho do qual jamais me canso,
Pelo qual veloz avanço, em descanso.
Segue em balanço,
O mar.

(Diogo Verri Garcia, Rio 13 de janeiro de 2020)


Crédito da imagem: Tim Hill por Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: