O menino e o mar

Por: Bianca Latini

O menino e o mar

Marcas que marcam o tempo
Cortes, feridas que que se fizeram outrora
E ainda doem agora
Imortalizados por memórias, sensações, não pertencimentos
Queria ter dito e não disse…
Morreram aqui dentro comigo
Mas permanecem vivos
No sussurro baixinho
Na inquietude do coração, que às vezes não bate sereno
No menino que ainda sonha com o mar
Sua pesca, seu mariscar
E com o fundo dele:
como um lugar calmo e seguro
Onde só ouve a sua respiração
Lá embaixo não há lembranças…
Apenas apneia de presença
Para se ter o ar

Em 20/05/20
Por Bianca Latini


Créditos da imagem: Arquivo Pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: