Clássicos da Literatura: Eugenio Montale

MAREZZO

[…]

Fora está o sol: flamante
na sua ronda para.
O céu cavo ilumina-se estuante,
vidro que não estala.

Um pescador dentro de uma canoa
arremessa uma linha da corrente.
Vê-se que o mundo do fundo se afeiçoa
como se deformado de uma lente […]

Eugenio Montale (italiano, Nobel de literatura em 1975)


Créditos da imagem: Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: