Cardápios das decisões da vida

Por: Priscila Menino

Cardápios das decisões da vida

Quem nunca passou pela indecisão das decisões da vida, que jogue a primeira pedra.
Quando crianças, nossos pais ditam nossos destinos imediatos e sonham/planejam nossos destinos mediatos.
Quando a gente vai crescendo, na mesma proporção, crescem as cobranças para que tenhamos um futuro que parece certo aos olhos daqueles que já viveram a vida e imaginam que podem nos proteger de cometer os mesmos erros que eventualmente eles tiveram quando jovens.
Nesse ponto nos é colocado um cardápio de opções para escolhas dos nossos futuros, baseados, evidentemente, nas expectativas dos nossos pais.
Não é por mal (na maioria das vezes), mas por uma tentativa de cuidado, quase que um instinto irracional de proteção da prole.
Acontece que cada vez mais os cardápios estão sendo ignorados pelas novas gerações, já estão ficando obsoletos e descartados.
Como boa Brasiliense, esperava-se que eu tivesse um cargo público “estável”, com uma vida by the book que eu cheguei a ter por um tempo, mas, como uma bomba relógio, essa tentativa explodiu e me esfregou na cara que o que eu queria não eram as opções do cardápio, elas já não me faziam feliz.
Aliás, a felicidade é um dos controles de qualidade que todos esses cardápios deveriam ter, mas há vários outros requisitos tidos como prioritários antes desse critério de avaliação.
Os pais “das antigas”, aqueles tradicionais, a rigor, não colocariam no cardápio, por exemplo, que seu filho pudesse ser músico ou artista plástico ou ativista político, mas essas opções fazem parte do combo da felicidade para eles, acompanhado de satisfação e engajamento ideológico.
Acho que os cardápios já estão em processo de revisão natural, adaptando-se aos novos cenários que já estão latentes e, de verdade, torço por isso.
Torço ainda mais para que a felicidade seja basilar em qualquer tipo de opção, seguida de respeito e amor, afinal, é isso que os pais sempre quiseram garantir para seus filhos, não é mesmo?

Por Priscila Menino


Créditos da imagem: Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: