Oceano da Vida

Por: Mauricio Luz

Oceano da Vida

Ele sabe que deve partir
O Oceano é seu verdadeiro lar
Não o meio, mas o fim.
A insegurança de suas ondas,
A violência de suas tempestades e calmarias,
É tudo o que deseja possuir
E ser possuído.
Os portos seguros que surgem
São meros lembretes do que realmente ama.
Como sentir-se vivo em total segurança?
Como mergulhar em si mesmo,
Sem o Mestre dos ventos e das águas
A ensinar-lhe as faces do medo e da coragem?
Como conhecer o mundo
Ficando parado no mesmo lugar?
Seu barco é pequeno e frágil,
Os elementos o testam e o provocam,
Jogam com seus temores e anseios,
Zombam de seus sonhos,
Encharcam de dúvidas as suas certezas.
Mas ele continua, mesmo vacilante
Abraçado à casca de noz que é seu navio.
E enquanto navega,
Reflete o mar à sua volta,
Tanto mistério, tanta luz e sombra,
E tanta beleza, e tanta magia!

Por: Mauricio Luz


Créditos da imagem: Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: