Homem-pássaro-gado

Por: Bianca Latini

Homem-pássaro-gado

Este solo para mim é infértil
Me deixa seca
Oca
Sem utilidade
Porque nele não há espaço para criatividade
Eu não crio nada
Eu só executo
Algo que alguém decidiu fazer
Esse alguém decidiu. Ele quer. Ele intenta
Não eu
Mas eu executo
Algo que não faz o menor sentido para mim
E como viver assim? Me diz?
Sem criar
Sem florescer
Sem ser
Vivendo como um robô
Sentido-se aprisionada nos horários alheios
Na forma de pensar confusa, que não é a sua?
Priorizando coisas que você, por você mesmo, jamais priorizaria
Gastando bala de canhão para acertar um passarinho…
Passarinho não se acerta
Se deixa voar
E se fosse para acertar…
Que fosse com chuva de flores
E benção de liberdade vitalícia
De que adianta ter asas se elas estão inutilizadas?
Você fica igual a qualquer um
Pássaro vira homem
Só que desnaturado
Porque pássaro nasceu pássaro
E homem nasceu homem
Mas tem muito homem-pássaro frustrado
Porque não está sendo homem, nem pássaro
Mas simplesmente gado.

Por Bianca Latini, em 06/05/21


Créditos da imagem: Pinterest

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: