Aperte o play, viva!

Por: Priscila Menino

Aperte o play, viva!

Ali estava ela, com o controle na mão, o braço esticado e pronta para apertar o play.
Mas faltava algo, não conseguia ir em frente, a tela estava pronta, mas ela não.
“Era só apertar um botão”, eles diziam, não entendiam a hesitação repentina.
“Cadê aquela coragem?” “Cadê a força de vontade?”, eram tantas conversas paralelas e desconexas, mas ela não queria dar atenção, afinal, eles não sabiam o turbilhão de pensamentos em explosões colidindo na cabeça dela.
Dar um play na vida e se permitir viver demanda não só coragem, mas é quase que um ato de fé e ela já não sabia mais se estava pronta ou não, não queria ter que lidar com tantas variáveis, queria a falsa sensação de segurança da estabilidade.
De repente, cerrou os olhos, mordeu os lábios, contou até três e apertou aquele botão vermelho, era hora de se permitir sentir, de buscar as tantas possibilidades possíveis.
Ela não sabia o que o destino traria, evidentemente tinha seus medos e monstros, mas confiou que viver e sair do estado de pause era mais do que necessário.
A tela se iluminou, o filme da vida recomeçou. Ela apertou o play, reviveu, vai valer a pena, eu asseguro!

Por: Priscila Menino


Créditos da imagem: Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: