Rendição

Por: Mauricio Luz

Rendição

Ah, coração em chamas!
Quem sou eu para impedir o teu fogo?
Como aplacar teu ímpeto, tua fúria
De fazer o que for preciso
Para que eu me torne Eu?
Ah, coração indomável…
És a semente, a força imparável da vida
E eu sou a casca que teimosa e inutilmente
Quer impedi-lo de brotar, e brotando
Alcançar o lugar ao Sol que é apenas teu, apenas meu.
Ah, coração, eu tenho medo!
Se não sou casca, o que sou?
Quem sou eu sem a tácita anuência
Daqueles à minha volta?
Quem sou eu sem a aprovação
Daqueles que me amam?
Ah, coração, não há jeito!
Eu me entrego.
Envolva-me, acalenta-me, dê-me alento e guarida
Para as bonanças e tempestades que virão
A ti eu me rendo, ó coração flamejante,
E em teu calor e tua paixão,
Finalmente eu me entrego a Mim.

Mauricio Luz


Créditos da imagem: Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: