Reciclar a mente

Por: Juliana Latini

Reciclar a mente

Em muitas culturas do planeta, a virada de um ano para o outro é um momento de elevar nossos pensamentos para a paz e a esperança. É comum mentalizarmos desejos, esboçarmos planos e sonhar.
É comum pensarmos em cuidar melhor da nossa saúde, da nossa vida profissional ou em nos dedicar mais à família, por exemplo.
Tudo isso é muito válido, mas, precisamos avaliar também o quanto as nossas ações alimentam um ritmo de desenvolvimento prejudicial ao planeta.
Existe um documento chamado Carta da Terra, assumido pela UNESCO na virada desse milênio que nos conclama a usarmos a imaginação para construir um modo de vida sustentável em todos os níveis.
A pandemia veio para nos mostrar a urgência de repensarmos o nosso modo de ser e de viver.
Tivemos a oportunidade de constatar que apesar das fronteiras aparentemente nos separarem, no fundo estamos todos unidos e conectados. Somos parte de um todo maior.
Que possamos aquecer o nosso coração e não o mundo.
Que possamos reciclar a nossa mente e questionar os nossos impactos no planeta.
Ser gentil com a Terra é uma questão de respeito e de responsabilidade, mas, sobretudo, é uma questão de sobrevivência desta e das futuras gerações.
Que nesse ano que se inicia, possamos gerar essa nova forma de pensar e de sonhar.

Juliana Latini

(Texto inspirado no livro de Leonardo Boff “Sustentabilidade: o que é , o que não é”.)


Créditos da imagem: Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: