Perdoar

Por: Bianca Latini

Perdoar

Perdoar é desatar o nó
Distensionar
Purificar o tóxico ar
É, antes de tudo, liberar a si mesmo
Do sentimento de vítima de cilada, emboscada, apunhalada
É seguir em frente despido de julgamentos
É desfazer o poder de replay daquilo que te faz mal
É sair para uma zona pacífica no meio do vendaval
Perdoar é autoliberação, autolibertação
É dar asas ao travamento, emperramento, empacação
É jogar fora disco arranhado e deixar a garganta livre sem íngrimes lombadas
É entender-se causa e não consequência
É dar ao outro o que é do outro e seguir fluido com o que é seu
Perdoar é ato de amor próprio, catalisador da sua caminhada
Perdoar é sair do papel de juiz e cuidar do próprio nariz
É ser grato pelas pedras no sapato, as bolhas no pé, os calos que incomodam
e os consequentes grandes saltos
Perdoar é pular etapa, transpor a barreira do orgulho
É declarar que algo não te afeta, pois nada tem o poder para isso, a não ser você mesmo
Perdoar é dissolver a ira, a revolta, a amargura, o dissabor e voltar ao paladar de puro amor
Perdoar é ser expansionista, alquimista, desaprisionador
Perdoar é a gentileza com que você pode se presentear
É oportunidade que você deve se dar
Perdoar é pedalar sentindo o vento bater e a música nos fones de ouvido pulsar.

Por Bianca Latini


Créditos da imagem: Freepik

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: