Cabra-cega

Por: Bia Latini

Cabra-cega

E de repente estou a repetir padrões
Emuladores das minhas opções de chegada
Que escolhas serão essas
Que me fazem cair no mesmo bueiro, tropeçar na mesma lombada?
São eles, os soldados inibidores da liberdade da alma
Aqueles que querem aprisionar-nos em padrões, jargões, fantoches, piadas
Sabotadores
Convidam-nos a mantermo-nos anões, mudos, ensurdecidos, beatos, canonizados
Morais, moralizados
Reduzem-nos a um corpo imaculado
Condutas, posturas, tradições, verdades a serem cegamente encenadas
Costuras …
Desse nosso invólucro corporal
Nas bordas, muito bem arrematadas
Religiões, culturas, sociedades
Em sua essência endividadas, disfarçadas,
Mal amadas
Pretendem que repousemos em leito de obediência, acomodação, IRRESISTÊNCIA
Sugerem que morramos em vida
E vivamos apenas a vida eterna quando a morte chegar…

Por Bia Latini


Créditos da imagem: Unsplash

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: