Escutei Deus sussurrando

Por: Tadany Cargnin dos Santos

Ontem, em sonho, escutei Deus sussurrando

Segredava sobre a solidão enfadonha do firmamento

Queria ser humano, para andar assobiando, compartilhando e amando

Mas, tristonho, lamentava que estava eternamente condenado ao isolamento

Que o céu era tão pomposo e que as pessoas só ficavam lhe observando

A convidar-lhe para uma festa ou brincadeira, ninguém tinha o atrevimento

Que nem os anjos, eternos companheiros de domicilio, o imaginavam dançando

E que o som de liras e arpas lhe estavam causando um musical esgotamento

Que sentia mágoas de ter sido tão autoritário ao ver Adão e Eva se apaixonando

Pois hoje ele entende, que o amor é a alegoria, o mágico e revelador encantamento

De repente, o sussurro parou, quando o sol estava se levantando

Levantei e olhei pela janela, fiquei alegre pois Deus estava num processo de autoconhecimento.

 

 

PS: Para citar este Poema:

Cargnin dos Santos, Tadany.Escutei Deus sussurrando.www.tadany.org®

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: