É dia de Feira…não importa a Feira!

Por: Mona Vilardo

20190627_202807

Se tem algo que me atrai, digamos assim, é Feira, de qualquer tipo. Comida, roupa, livros e por aí vai. Uma feira de antiguidades é praticamente um Parque de Diversões pra mim…aqueles vinis, alguns bonecos do “Comandos em Ação” – que não tem jeito, sempre me fazem recordar a infância ao lado do meu irmão… colecionador de todos aqueles mini bonecos de guerra.

Talvez esse amor por Feiras possa ter surgido também na infância, nas minhas idas e vindas à famosa e tradicional Feira da Glória aos domingos.

Comer pastel de queijo com meu pai, colocar limão no caldo de cana. Comprar flores num dia especial, conhecer o cara que vende a melhor banana, e claro, escolher a dedo a dúzia de ovos vermelhos da moça simpática que fala: – Carrega com cuidado!

Pois é, a Feira da Glória era um point pra mim. Hoje, ainda passeio bastante por lá, mas devo admitir que minha sobrinha pegou o bastão. Giovanna é a princesa da feira. Meu pai? Não tem mais nome, virou o avô da Gigi e ponto final. Sem a neta, ele não agrega valor à feira…rsrs

E, se depender da considerada “dona do pedaço”, o vendedor de melancia vai à falência, distribuindo pra ela fatias finas e doces daquela fruta que é o seu ganha pão.

Depois de ter escrito um livro sobre memórias, parece que cada dia mais observo como elas são preciosas naquilo que estampa algumas capas de revista: A busca pela felicidade.

Mas nenhuma revista fala isso pra você, elas preferem que continuem correndo maratonas atrás da felicidade e comprando mais revista. 0 próximo passo?  Provavelmente alguns remédios.  Mas conectar memórias com felicidade? Nunca…já ficaram pra trás.

Quanto engano!

Memórias fazem parte de uma felicidade que não precisa ser buscada à todo momento, ela já fez parte e quando é boa, faz um bem danado recordar. Quem nunca se pegou gargalhando ou chorando de emoção recordando um acontecimento? A tal felicidade das capas de revista também está aí. E é nesse momento que, muitas vezes, ligamos pra um amigo que está distante ou, em alguns casos, pode-se até mesmo, pedir perdão.

Voltando às Feiras, muitas boas memórias vieram de diversas feiras que frequentei. Inclusive quando viajo, tenho a preocupação de procurar saber se naquele lugar existe alguma Feira…seja ela qual for. Assim, sigo colecionando memórias…

No início do mês levei meu livro para a Feira do Livro de Resende. Eu e minha mãe ficamos lá durante 2 dias.  Há muito tempo não ficava apenas com minha mãe. Eu e ela. Sem maridos, sem irmão…sem neta pedindo vovó!

Seria tão bom se, quando adolescentes, tivéssemos a noção de que um dia sentiríamos tanta saudade de estar só com a nossa mãe. Mas adolescentes estão pensando em outra coisa praticamente o tempo todo. Desconto dado.

Nesses dois dias juntas, demos gargalhadas, tiramos fotos, dividimos o mesmo quarto (Ela fez um resumo da novela que eu nunca vi, mas quis acompanhar naquela noite) e saímos para jantar no shopping da cidade sem nos preocupar que, naquele shopping beeeeemm caseiro, não tinha nada que a gente gostasse de comer. Tudo bem… estávamos ali: Minha mãe e eu! Só nós!

Não me importei em ser “obrigada a ver novela”, a ter que dormir de janela aberta e nem tampouco ter levado 50 livros e vender muito menos do que esperava.

O melhor da Feira não era a Feira. O melhor da Feira era a minha mãe.

Sabe…em se tratando de estreitar laços e cultivar memórias, todo dia poderia ser dia de Feira.

Entre mim e a minha mãe, aniversariante da semana que vem, a felicidade está garantida, sem precisar ir muito longe.

3 Comments on “É dia de Feira…não importa a Feira!”

  1. Poderíamos ter sempre a Feira da Cidade.Eu escreveria,se pudesse, um livro com muitos volumes.As memórias me fazem viver e viver “de boa”.
    Fiquei uma semana de cama ,e,a Minha feira” apareceu do jeitinho que você escreveu,Mona..uitos risos,gargalhadas,lágrimas. Mas,que bom que tenho essa Feira.
    Lindo texto.Linda mãe e linda filha.

    Curtir

Deixe uma resposta para Glória Blauth Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: