A Procissão

Por: Diogo Verri Garcia

corpus-1869603.jpg

Três velas foram acesas
Para prorrogar o que ensejam
outras três que apagaram.
Mais seis pares foram ofertados ao santos,
para acalentar dores e prantos,
para alcançar o necessário.

Dezenas foram à igreja
Caminharam com firmeza
Passaram e fizeram promessas
Compareceram até em procissão.
Tantos entregaram juras
Virtuosos ao som da reza,
Que finda nem sua metade,
Já repediam, em devoção.

Muitos que fizeram reza,
Prometeram as mais árduas promessas,
Muitas das quais não poderiam nem cumprir.
Falavam a verdade, quando juraram tão depressa,
Que nem lembrariam um dia,
O que não se deixou concluir.

Fizeram prece de tamanha veracidade,
Levantaram estandartes,
Juraram tudo, a cumprimento severo,
Feito o devoto em devoção
Mas que depois se esqueceu de adimplir.

Ganharam as graças,
Foram as praças,
Comemoraram a tudo.
E nunca mais rezaram para agradecer,
só outra vez para pedir.

(Diogo Verri Garcia, Rio, 05/10/2019)


Crédito da imagem: pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: