Entrega

Por: Bianca Latini

tumblr_inline_pdftgm0rUO1rxsjrd_540

Devo parar de ter medo de perder
E entender que nada me pertence
Que sou ser perfeitamente impermanente
Num mundo não perene, transitório
Nada é meu
As coisas, situações e pessoas
Apenas passam por mim
Acredito que devo praticar o desapego
E essa é uma tarefa árdua!
Aprendemos de forma diversa
Cultuamos o consumir, o ter, o adquirir
Até quando tentamos meditar
Agarramos-nos aos nossos pensamentos e não queremos deixá-los partir
Em geral, somos egoístas, possessivos, enraizados
Queremos voar, mas permanecemos agarrados em preconceitos, limitações e medos
Queremos leveza, mas não nos livramos dos excessos
Queremos paz, mas permitimos que as angústias façam morada em nós
Esperamos franqueza e transparência do mundo externo
Mas somos turvos e obscuros conosco
É preciso deixar, libertar, despossuir
É preciso ficar de mãos vazias
De pés descalços e despidos de qualquer vestimenta
Chegamos aqui nús e assim também retornaremos
A hora que essa dinâmica for algo sobre a qual nem pensamos, apenas exercemos
Seremos realmente livres e unipresentes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: