Des-EAT-se

Por: Raquel Alves Tobias

Des-EAT-se

Apesar da sede
Apesar da fome
Apesar da angústia
De quem se come

Apesar do freio
Apesar do medo
Apesar do cheio
Parido do ontem

Não se pode numerar
Incontáveis toneladas
Que definem o apesar

Pois no dedo ficará
O desejo que na ponta
Gostaria de pesar

Apesar deles
Apesar de tudo
Precisamos ser nós
Que desatam

Desate-se.
Des-EAT-se.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: