Livre, leve e imperfeita

Por: Juliana Latini

Livre, leve e imperfeita

Fim de ano chegando e junto iniciam-se os balanços.
Tempo de averiguar se aqueles projetos traçados foram alcançados,
avaliar se alguns precisam ser remanejados ou abandonados.
Tempo de autoavaliação.
Mesmo que a ansiedade ou todos os eventos, encontros e presentes tentem me levar para outros fluxos,
eu procuro ter esse breve momento para me aquietar e refletir.
Quando faço isso, meu coração se enche de gratidão.
Eu me sinto grata pela vida.
Grata por ter trocado experiências com pessoas incríveis.
Grata por tantas vivências.
Ao meditar nos desafios enfrentados ao longo desse ano, eu penso:
O que eu levo de aprendizado?
A ousadia de ter feito, mesmo que não tenha sido perfeito!
Ter coragem para assumir minhas fraquezas.
Humildade para me colocar na posição de aprendiz.
Superar esse sentimento de desconforto e avançar é um pré-requisito para o meu aprimoramento.
Entre tantas quedas e recomeços, erros e acertos,
cada realização precisa ser comemorada.

Juliana Latini


Créditos da imagem: Pexels

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: