Viagem ao mundo dela

Por: Tadany Cargnin dos Santos

Ela me convidou para viajar

Uma viagem ao desconhecido

Ao forâneo mundo de sua essência

Convite especial, preencheu minhas carências

Ela queria aventuras, revelar-se paulatinamente

Talvez encontrar-se, sem saber quem era

Aceitei afoito, excitação resplandecente

E a viagem iniciou, vindoura quimera

Nas montanhas de tua desesperança

Encontrei feridas que não queriam sarar

Nos vales de tua desconfiança

Encontrei amor parcelado, medo de se entregar

Quando cheguei no córrego de teus prazeres

Senti as delícias da humana paixão

E no amanhecer de teus afazeres

Observei as lágrimas de tua delilusão

No jardim de tuas fantasias

Encontrei raras flores de transcendência

No entardecer de tuas regalias

Vi cores vibrantes, horizontes em ascendência

No oráculo de teus anseios

Descobri íntimos desejos de união

Na escura caverna de teus receios

Encontrei monstros de uma antiga paixão

E a viagem seguiu, ela contente e inspirada

E eu, cada vez menos curioso, cada dia mais calado

Pois tenho pânico de sendas unidirecionadas

Mesmo que por isso seja, somente pela solidão, amado.

(Tadany – 03 01 15)

Para citar este Poema:

Cargnin dos Santos, Tadany. Viagem ao Mundo Dela.www.tadany.org®

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: