Sempre Presente

Por: Tadany Cargnin dos Santos

 

Sempre Presente

Sombras de pensamentos que me perseguem

Morte em vida de uma vida em direção à morte

Astros, noites e buracos

Sóis, estrelas e luzes

Perseguições iluminadas de pensamentos gloriosos

Desejo infindo de ser

Anseio profundo de ter

Ânimo intenso de ser e ter, enquanto viver

Fragmentos de impulsos cósmicos

Onde o tudo ser e o tudo ter, é

É uma sombra daquilo que o forma

O pensamento original que não persegue

Mas segue, sem direção, nem pretensão

Pois sua manifestação é peregrinar

Espalhar sementes de si mesmo

No fértil campo deste finito universo

Diverso em si

Único por essência

Fluindo, expandindo, contraindo

Faíscas de pensamentos

Em pequenas sombras de nomes e formas

Que entre cometas, asteróides e sentimentos

Se transformam

Reconstroem a liberdade da vida sem morte

Com sorte e com norte

No caminhar essencial

Em todas as direções

Oráculo de todas as sensações

Aforismos de augustas sabedorias

Explosivo vulcão de todas as revelações

Lavas intensas de contagiantes alegrias

Lago sereno das humanas manifestações

Harmonia em essência, profunda calmaria

Paisagens holísticas de individuais visões

Além do todo, infinitas fantasias

Inteligência consciente

De um si mesmo evidente

Ontem, hoje e amanhã

No tempo e no espaço

Dimensionalmente sempre presente.

Para citar este Poema:

Cargnin dos Santos, Tadany. Sempre Presente.www.tadany.org®

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: