Ex Animo – N° 94

Por: Tadany Cargnin dos Santos

 

Na nefasta realidade da ignorância humana

Todos os seres possuem certa culpa

Ao mesmo tempo em que ninguém é culpado

Porque todos é o mesmo que nenhum

E nenhum sempre será ninguém

Na majestosa revelação da sabedoria humana

Cada ser possui certa responsabilidade

Ao mesmo tempo em que todos são responsáveis

Porque cada unidade é parte formadora do todo

E o todo sempre será uma resultante de cada unidade.

Assim, nenhum ser é ignorante porque cada ser é responsável

Todos podem ser sábios porque ninguém é culpado

E a culpa que é de ninguém, nenhum pode ser afetado

Então, o princípio uno que forma o todo

Por todos pode ser, sabiamente, assimilado.

 

PS: Para citar este Poema:

Cargnin dos Santos, Tadany. Ex Animo – N° 94.www.tadany.com®

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: