Momento Sui Generis

Por: Tadany Cargnin dos Santos

Um Senhor sentado numa esquina fumando um charuto

Questionou por que passamos a vida procurando adquirir

Se no final nem o mais rico nem o mais astuto

Levam consigo suas possesões quando deste plano partir

Comentou sobre o desespero que sente

A pessoa que espera algo suceder

Mas que se pode mudar a monotonia

¨Porque quem faz a hora não espera acontecer¨

Disse que a vaidade, a justiça e a coragem

São virtudes tão voláteis quanto um gás

Que para um andarilho não existe paragem

E que o entendimento e a tolerância levam a paz

Quando seu charuto estava chegando ao fim

O ansião disse que o iluminismo mudou nossos ideais

E que o renascimento transformou a realidade num jasmin

E profetizou que a filosofia voa pelo mundo com os pardais.

PS: Para citar este Poema:

Cargnin dos Santos, Tadany.Momento Sui Generis.www.tadany.org®

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: