Categoria Poesia

Feliz 40!

Por: Bianca Latini Feliz 40! Meu aniversário está chegandoVou fazer 40 e o que quero de presenteSão verdades sincerasSem embrulhos, sem pacotes, sem enfeitesVerdades são bonitas pelo que sãoNão precisam de mais nada!Quero também a extinção do negacionismo e da contradiçãoParar de insistir na contramãoQuero rios de confiança, esperança e centelha de criançaQuero sorrisos sinceros […]

Ler mais

Por: Victor Cabral Perfeita diluição do tempoSuspensão dos sentimentosA vontade é fumaça ao ventoSó resta seu cheiro aqui dentro Pela janela, um mundo que não é meuEsse apê é testemunha do que aconteceuPelos caminhos, tropeços e enganosPelas desaventuras dos meu planos Pelos na minha roupa,Seus pelos que roçavam em mimE o gosto da sua boca:Os […]

Ler mais

Setembro

Por: Diogo Verri Garcia Setembro (#repost) Setembro bom,que de vez o inverno espanta.Já torna longas as tardes, encantaTodo aquele que observa um jardim de setembro.É tempoDo arvoredo quedar-se exulto,Envolto em flores, em chão de colorido tumulto,Que dura até meados de novembro.Setembro, o vento frio cá já não sopra mais o rosto,É mais quente que o […]

Ler mais

Arguição

Por: Bianca Latini Arguição Você sabe quais são as suas cores?Enxerga suas dores?Identifica suas nuances, seus contornos?Compreende seus amores?Você localiza suas curvas, suas viradas e seus pontos-cegos?Percebe seus desgastes, seus arremates, seus vieses e reveses?Suas limas, suas rimas, suas conexões e transações?Você derruba suas muralhas?Enfrenta suas batalhas?Ultrapassa suas linhas imaginárias?Você desvenda suas risadas?Acolhe suas navalhas?Enxuga […]

Ler mais

Por: Raquel Alves Tobias Você foi pra mim tudo o que nunca foramVocê fez por mim tudo o que nunca fizeramDa minha mente não se esvaiNenhuma sílaba, nenhuma vírgulaNenhuma molécula do perfumeDa sua respiraçãoEmpático vapor condensadoNum único abraçoPor favor, aperta-me mais um pouco.Será que em algum momentoEnvergonharei-me menos? Vejo todos os seus olhos passearemE em […]

Ler mais

GRÃO E MIGALHAS

Por: Diogo Verri Garcia GRÃO E MIGALHAS (#repost) Por vezes, insistem em dar migalhas,Enquanto minha mente anda morta de fome.Fome por fome, estou acostumado,Mas não acho engraçado não saber ler meu nome. Parece até princípio de fim.Meio de vida é qualquer um, afinal.E se não acho um caminho certo para mim,O fim, no início, é […]

Ler mais

Bússola

Por: Bianca Latini Bússola A gente olha, mas não vêVê, mas não enxergaDaí quando enxerga, não senteE enquanto não sente, a gente mentePra gente mesmoConsequentemente, para todos a nossa voltaPara sustentar toda essa rede de mentirasA gente se veste, se fantasia, se esconde,se soterra, se emperra, se entrava,se esquece, adormece, esmorece…Se perde e depois não […]

Ler mais

VAI, RAPAZ! (#repost)

Por: Diogo Verri Garcia VAI, RAPAZ! (#repost) Te disseram que o tempo é morada,Caminho para todos que sofrem.Te falaram que a vontade ficou endividada.E com dúvida, se se entrega ou se corre. Veja que ela também quer os teus olhos,Mas teme do mundo a reprovação.Nota que face à tua galhardia,Ela também se arrepia, tem taquicardia, […]

Ler mais

Ao fogo, água!

Por: Bianca Latini Ao fogo, água! Queria que um dilúvio caísse e lavasse as mentes incendiáriasQue inundasse toda destemperança e falta de senso de pertencimentoQue encharcasse os corações ocosE levasse com toda força d’águaA ignorância e a maldadeO vazio de ética e de consciência planetáriaSerá mesmo que eles acham que somos coisas distintas??Eles, nós e […]

Ler mais

Des-EAT-se

Por: Raquel Alves Tobias Des-EAT-se Apesar da sedeApesar da fomeApesar da angústiaDe quem se come Apesar do freioApesar do medoApesar do cheioParido do ontem Não se pode numerarIncontáveis toneladasQue definem o apesar Pois no dedo ficaráO desejo que na pontaGostaria de pesar Apesar delesApesar de tudoPrecisamos ser nósQue desatam Desate-se.Des-EAT-se.

Ler mais