Categoria Tadany Cargnin dos Santos

No tédio da realidade

  Por: Tadany Cargnin dos Santos   No tédio da realidade Encontro razões para a rebeldia Dos pecaminosos pulpitos da mediocridade Consegui desde há muito minha divina alforria Das garras agourentas da licenciosa sociedade Desvencilhei-me com encantadora alegria Na tristeza peçonhenta da crueldade Descubro avalanches de rancorosa covardia Nos lentos e tediosos instantes da normalidade […]

Ler mais

Venturoso

Por: Tadany Cargnin dos Santos   Os pés estavam cansados de caminhar pelas mesmas ruas O coração estava exausto de amar a mesma deusa Os braços estavam depauperados de abraçar os mesmos corpos As mãos estavam enfastiadas de cumprimentar os mesmos sorrisos Os olhos estavam entediados de observar a mesma paisagem Os ouvidos estavam desesperados […]

Ler mais

Procurando contemporâneos

Por: Tadany Cargnin dos Santos   Às vezes caminho pelas ruas procurando contemporâneos Sejam eles estrangeiros, sejam eles conterrâneos Mas que tenham peculiares sutilidades As quais se expressam em suas atitudes, suas vontades E que, dentre tantas, possuam algumas destas beldades Um olho que goste de arte Para que a fortuna da imaginação seja encontrada […]

Ler mais

Sempre Presente

Por: Tadany Cargnin dos Santos   Sempre Presente Sombras de pensamentos que me perseguem Morte em vida de uma vida em direção à morte Astros, noites e buracos Sóis, estrelas e luzes Perseguições iluminadas de pensamentos gloriosos Desejo infindo de ser Anseio profundo de ter Ânimo intenso de ser e ter, enquanto viver Fragmentos de […]

Ler mais

Gostaria

Por: Tadany Cargnin dos Santos Hoje gostaria de gritar palavras de fogo Afogar-me na infinita fantasia do oceano Apostar tudo num imprevisível jogo Dançar com o eu mais liberto, mais insano Queria ver as formas disformes da alma Furar as paredes para encontrar seus segredos Involucrar-me numa tormenta, sem calma Pecar copiosamente, sem culpas e […]

Ler mais

A tragédia de John

Por: Tadany Cargnin dos Santos   John era um executivo em ascensão, ele morava em Nova Iorque e gostava de competir com tudo e com todos, pois acreditava piamente que aquela era a única maneira pela qual ele tinha sido bem-sucedido e, certamente, tal axioma continuaria guiando a sua carreira. Naquela manhã de novembro, onde […]

Ler mais

Na multidão enxergo rostos

Por: Tadany Cargnin dos Santos   Agradecido observo, e ao observar enxergo, na multidão enxergo rostos Alguns tão exuberantes que seu brilho quase cega Outros semidefuntos, permeados por um soturno desgosto Alguns ávidos como a inocência que livre se despega Outros retesados como um sentinela em seu posto Alguns carregam dúvidas, feições que a si […]

Ler mais

Reescreva a Sua História, é Possível 

Por: Tadany Cargnin dos Santos   De repente, apareceu um obstáculo, Ele o olhou, pensou, e então parou Caminhava em direção à montanha, Assim que ela começou a ficar mais íngreme, desistiu de subir Começou a nadar através do rio, Quando a correnteza ficou mais forte, sentiu-se cansado e retornou Iniciou a leitura daquele livro […]

Ler mais

Corre Ser-de-Luz, Corre

Por: Tadany Cargnin dos Santos   Corre Ser-de-Luz, Corre Voe em teus suaves passos Flutue nas moléculas do teu amor Levite na magia de tua criatividade Sobrenade nas aventuras de tua alma Plane na intensidade deste breve viver Eleve seu sutil corpo aos mais alto dos mundos Corre Ser-de-Luz, Corre Deixe para trás os temporários […]

Ler mais

Alegorias de gente

Por: Tadany Cargnin dos Santos   Todos na mesma onda, humanos sobreviventes Alguns na miséria, outros descendentes Muitos lúcidos, vários dementes Uns elevando-se, outros decadentes Alguns fervorosos, outros descrentes Muitos tranquilos, vários impacientes Uns foscos, outros fulgentes Alguns energia, outros entorpecentes Muitos transitórios, poucos permanentes Uns modestos, vários prepotentes Alguns descaminho, outros oriente Uns melifluência, […]

Ler mais