Arquivos

Diva – n° 42

Por: Tadany Cargnin dos Santos No vale de tua beleza infinita E nas carícias de teus beijos Perder-me na tua boca tão bonita E adentrar o meridiano de outros desejos   Sonhos de noites iluminadas, estrelas ao léu Memórias intensas que não consigo descrever Viagens cósmicas, teu coração, meu céu Sussurros de amor que não […]

Ler mais

Cantina do Prazer

Por: Tadany Cargnin dos Santos Estrelas brilham na camiseta Seios úmidos dançam nos lábios Calor fascinante esconde-se dentro da bragueta Orgia física no mundo dos sábios Bundas curvilíneas seduzem a imaginação Corpos em um movimento ardente Olhos fogosos cheios de tesão E a volúpia é a onipresença da gente Cabelos ao vento que a todos […]

Ler mais

Tua Geografia

Por: Tadany Cargnin dos Santos No céu de tua boca Encontrei noites de luzes Na caverna de teu hemisfério Plantei minhas prazerosas cruzes   Nas curvas de teus quadris Deslizei o gozo da paixão Na doçura dos teus lábios Comprendi o sabor da imensidão Na pradaria de tuas costas Senti o aroma cálido do desconhecido […]

Ler mais

Quem fará meu trabalho na alcova da tua saia

Por: Tadany Cargnin dos Santos Quem fará meu trabalho na alcova da tua saia Foi minha primeira preocupação Quando tive que partir, com a oportunidade de ocasião Não sou pretensioso ao ponto de pensar-me insubstituível O pensei apenas porque era tão diligente no sul do teu equador Naquele terno, cálido e úmido recanto onde, muitas […]

Ler mais

Diva – n° 40

Por: Tadany Cargnin dos Santos   Nas curvas do teu corpo, me perdi e me encontrei Da fonte de teus cabelos, jorraram delicadas carícias Do vento de teus suspiros, ouvi melifluentes canções Do suco de teus beijos, recebi doses ferventes de amor No sul do teu equador, naveguei por cálidos e fluídos rios De tua […]

Ler mais