Uma Coruja e a Palavra

Por: Tadany Cargnin dos Santos

 

Um dia estava passeando no paraíso

Observando a magnificência da natureza

Perdendo a visão naquele horizonte preciso

E sentindo-me completo ao ver tamanha beleza

 

De repente, uma coruja que a tudo contemplava

Girou sua cabeça e com um ar instigante

Disse-me que o lindo dos seres humanos é o poder da palavra

Que seduz a amada, e também ao amante

 

Que uma palavra tem o poder de transformar

De tornar uma noite em um dia

De criar uma atmosfera harmônica num lar

E de converter uma depressão em alegria

 

Que uma palavra tem a dimensão de mudar

De trazer paz aonde existe violência

De levar uma mensagem confortante para quem precisar

E de manter no coração uma eterna inocência

 

Uma palavra tem o dom de criar

De converter verbos e substantivos num poema

De tornar-se notícia para informar

E de transformar uma ideia num teorema

 

Uma palavra possui a magia de renovar

De transformar ignorância em sapiência

De servir de estímulo para uma nova vida manifestar

E de revelar os presentes e as benesses desta existência

 

Neste momento a coruja, em êxtase, deu um suspiro profundo

E disse que o seu sonho era poder falar

Porque uma das maravilhas deste mundo

É que as pessoas usem as palavras para se comunicar.

 

PS: Para citar este Poema:

Cargnin dos Santos, Tadany.Uma Coruja e a palavra .www.tadany.org®

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: